Você não sabe o que é ser careca!

Descobrir que ser careca é regredir. Não! Não é dos carecas que elas gostam mais, pode ter certeza. E este é um texto que vai retratar toda a “indignação” de um sujeito que provavelmente (só se acontecer um milagre) vai ficar calvo (porque careca é muito pejorativo).

Digo que ser careca é regredir pelo seguinte: todo mundo (ou pelo menos 80% das pessoas) nascem sem cabelo ou com o cabelo muito “ralo”. Desta forma, o careca (depois de velho) é o ser que nasce como os outros, passa por todo o processo de evolução e quando é necessário que algumas de suas características permaneçam intocáveis (até pra enganar a “feiura” da velhice), eis que os cabelos desaparecem, deixando o careca totalmente desamparado. É voltar à juventude estando velho e com pensamentos nada otimistas para um futuro. Isso só não é pior quando o cabelo começa a cair ainda na juventude. Os meus fios já começaram a “ralear”, já os do Waldemar…

Algumas coisas me revoltam. Esses dias estava lendo uma reportagem sobre o primeiro bebê de proveta do mundo. A moça estava completando 30 anos senão me engano. Tudo bem, acho bacana isso, mas acho que algumas coisas teriam que ser prioridades. Como conseguem colocar no mundo bebês “projetados” em laboratórios com tanto sucesso e não consegue fazer um medicamento simples, cujo único objetivo é “revitalizar” o couro cabeludo dos menos favorecidos? Isso sem citarmos os exemplos de transplantes de órgãos, cirurgias plásticas em todos os locais imagináveis (até reconstrução de hímen, caso a mulher queira ser virgem novamente). Ou seja, se eu quiser ser cabeludo denovo não posso, mas virgem elas podem, né?

Pra não ser injusto e dizer que não existe nenhum remédio pra calvície, existe UM que funciona, o tal da Fenasterida. O único problema dele é que deixa o sujeito “broxa”. Melhor ser careca neste caso.

Acho que vou parar por aqui. Esquentar a cabeça com essas coisas não faz muito bem, pelo contrário. Estou careca de saber que o meu problema não tem solução e que todas aquelas propagandas de ex-carecas são uma farsa. O máximo que conseguem é implantar na cabeça do sujeito um tipo de pêlo que mais parece ser retirado do sovaco do que de qualquer outra parte do corpo. Isso sem falar nas perucas, claro.

Chega! Cansei e não quero mais saber desse assunto, ok?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s