Homenagem ao Desgrarréia

Acho que todo mundo tem algum amigo que não é músico, mas que tem uma banda. Eu não sou diferente e sem querer puxar o saco dos caras, mas a banda dos meus amigos é a melhor de todas. É a mais engraçada. A mais suja. A que abre o show com uma interação incrível com seu público. A mais rápida e indecente.

A banda do seu amigo faz um som homenageando os travecos? Essa banda faz! A banda do seu amigo toca a música da banheira do Gugu numa versão trash/metal/hardcore? Não! Eu sei que não, e essa toca e não tem um que não conheça e não curta a música como ela foi tocada. Música indecente sem ser ruim, sem ser tosca – exagerei.

“Não mija do meu lado”, “1,2,3…11”, “Mulher de pau e barba” são alguns dos sons tocados num dos sábados mais engraçados dos últimos tempos. Tudo sem passar de um minuto. Se você estivesse lá, certamente sua risada seria mais longa que qualquer música deles. Esse é o Desgrarréia.

Essa é a soma de três imbecis que querem mais é que todo mundo que não curta o som se foda. É a banda que tem como referência Alexandre Frota, Vera Verão, Gugu Liberato entre outros personagens do nosso dia-a-dia. Essa é a banda que não abre um show com um “Eae galera, beleza?” e sim com um “Meu negócio é comer cu e buceta”¹ (plagiando o nosso querido Alexandre Frota). Só quem tava lá viu. Só quem viu pode falar. Pra quem não viu, sinceramente, perdeu. Perdeu!

¹A frase clássica de Alexandre Frota está disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=y-cTlVtCH54
Veja!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s