Juiz Ladrão?

Eu gosto de futebol. Quem passa por aqui sabe, já que vez ou outra tem algum texto sobre o assunto. Mas não entendo muito não. Aliás, não entendo nada de futebol. E tenho muitas dúvidas. Uma delas é sobre os juízes. O que levaria pessoas normais a serem árbitros de futebol? Eu tentei arrumar alguns bons motivos. Tentei, tentei, mas bons motivos eu não achei. No máximo achei alguns motivos (que necessariamente não são bons).

– A primeira opção, creio eu, é que pessoas que viram juízes de futebol tem um ódio mortal pelas suas mães. Se os xingamentos sempre começam com um “Ô juiz, seu filho da puta…”, não é possível que esse ser humano tenha algum apego com sua progenitora.

– Outro motivo seria a falta de habilidade para jogar futebol. Todo juiz gosta de futebol, tem time “de coração” e certamente já tentou ser jogador. Mas Deus nem sempre nos dá o dom que a gente quer. O juiz, nesse caso, certamente foi aquela criança que só jogava futebol porque era o dono da bola. Quando acabou essa fase, ele nem era mais escolhido para as peladas disputadas na rua, ficando assim isolado. Tem um ódio mortal de jogadores.

– O que eu mais acredito é que o juiz de futebol esta ali só pra foder o rival do seu time de coração. Ele serve apenas pra prejudicar, e quando o seu time faz um gol, precisa se controlar pra não sair correndo atrás do centroavante. Ao final da partida, sai tirando sarro do bandeirinha que torcia pra outra equipe. Esse sim pode ser xingado sem remorso.

– O juiz só é juiz porque odeia ir na casa da sogra de domingo à tarde, portanto, tem essa profissão como desculpa. Mas que isso nunca seja revelado, já que sua esposa o mataria quando chegasse em casa.

Alguns outros motivos poderiam ser colocados aqui, mas não foram por pura falta de imaginação. Devem existir muitos outros, mas enfim. Ser juiz não é fácil, mas eles só estão lá porque querem.

Algum outro motivo ficou faltando por aqui?

 

Anúncios

Um pensamento sobre “Juiz Ladrão?

  1. Tenho um amigo que virou árbitro de futebol. Começou como auxiliar em jogos de várzea ganhando 30 reais por partida. Em um festival, em cidadezinhas do interior, fazia em torno de uns seis jogos por final de semana e voltava pra casa 180 reais. Depois passou a árbitro principal e começou a ganhar 50 reais por jogo. Fez cursos na área e hoje é árbitro da Federação Mineira. Mas não está apto para trabalhar em jogos da primeira divisão. Não sei quanto ganha, mas para ficar viajando nos finais de semana acho que deve tirar uma boa grana. É por aí. De 50 em 50, quando se percebe já foi picado e está só ganhando fortuna. Só para lembrar, um árbitro de primeira e segunda divisão recebe por jogo. O valor é muito alto e no final das contas ganha muito mais que jogadores em início de carreira e não tão consagrados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s