O agressor e o indignado

Há dois meses o Brasil inteiro estava indignado por conta do crime cometido pelo goleiro Bruno, do Flamengo. Gritos de protesto na porta de delegacias (já que ele passou por algumas) e revolta. Mas e agora?

Hoje nem se fala mais no assunto. A mídia o dissecou e as pessoas já se esqueceram. Tanto é que aqui em São Paulo estão dispostas a colocar no Senado Federal Netinho de Paula, ex-vocalista do Negritude Jr, e que agrediu algumas vezes sua ex-mulher.

A diferença é que Netinho ainda não matou nenhuma mulher, como fez Bruno. Vão esperar acontecer de novo e depois reclamar que esse é o país da impunidade?

Bom, se ele virar Senador vai ficar um pouco mais difícil acusá-lo. Todos sabem como funcionam as coisas no nosso país. E aí você vai continuar reclamando, como se a culpa não fosse sua também.

E o Brasil, coitado, vai continuar sendo mal tratado. Ô pátria amada que sofre.

Anúncios

2 pensamentos sobre “O agressor e o indignado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s