Meu próprio ator

Terceirizei o roteiro da minha vida, mas não a minha atuação. Prefiro ser meu próprio ator. Prefiro correr os riscos, e ter a certeza de que a cena de amanhã será incerta. Gosto de não saber quais os perigos me esperam. É mais interessante, instigante.

Não quero dublês, nem equipamentos de segurança. Se arranhar os joelhos e os cotovelos a gente vê o que faz. O sangue logo para de correr e eu não vou chorar se você rir da minha cara.

Sou forte, ou pelo menos penso ser. Sou meu próprio ator.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s