Rock!

O cara bota uma camiseta preta, faz cara de malvadão pra’quela tia que não curte um “rock paulêra”, pede uma antecipação da mesada pro papai e vai pro Rock in Rio. Nossa, que atitude roquenrol!

Lembro que comecei a ouvir rock por causa dos meus primos. Ramones, Sex Pistols, Metallica e mais um monte de banda que veio gravada numa fitinha K7, caseira, como tudo no começo dos anos 90. E o que era pra ser algo passageiro – pelo menos meu pai gostaria que fosse -, ainda hoje trilha meus caminhos por aí, 25 anos depois.

Quando alguém fala de rock, ainda mais em tempos que o Rock in Rio tem atrações como Claudia Leite, Kate Perry e afins, torna-se invariavelmente chato. Parece que se apoderou da razão, que se acha mais do que os outros. Não é nada disso.

O que poucas pessoa entendem é que ser “roqueiro” é muito mais do que vestir uma camisa preta. É um estilo de vida, que se mistura com tantas outras referências e acaba formando um indivíduo. Mas as pessoas preferem achar que roqueiro é tudo viado, que gosta de ficar se batendo em rodas punks e ouvindo músicas que ninguém entende a letra. Pra vocês, eu só tenho a lamentar.

Vocês são pequenos demais pra entender o que é o Rock. Insignificantes eu diria.

Anúncios

Um pensamento sobre “Rock!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s