O maior problema de Americana

Americana é uma cidade normal, como qualquer outra do país. Tem seus defeitos e suas qualidades. Sofre quando chove demais e na mão de maus administradores. Mas Americana, coitada, tem um problema que é muito maior do que estes citados. O problema por aqui é político.

No último sábado foi ao ar uma reportagem no telejornal da EPTV – emissora de Campinas – denunciando um hospital particular (Unimed) aqui da cidade que simplesmente sumiu com o bebê de uma grávida que estava prestes a dar à luz. Disseram que era uma gravidez psicológica, que não tinha bebê algum na barriga dela, o que é estranho, já que a garota mostrou documentos comprovando ter passado mais de 10 vezes pelo seu médico particular e ter feito vários exames durante a gestação.

O problema é grave, deveria envolver a cidade, ser comentado em toda esquina e investigado, mas não foi o que aconteceu. Os “comunicadores” da cidade deram de ombros – teve que vir uma emissora de tv de fora aqui fazer a matéria pra cidade saber do caso -, e quando falam, mostram total desinteresse. Por que?

Se fosse no hospital municipal a repercussão seria a mesma? Porque lá, quando falta 30cm de fita crepe, os jornalistas já estão na porta do hospital pra tirar foto do rolo vazio e por na capa do jornal no dia seguinte.

Não quero defender ninguém, e sim os interesses da cidade. O que se vê, é uma disputa política enorme, onde a população fica em segundo plano. Ninguém está interessado se o bebê morreu ou se a criança foi raptada dentro do hospital. Isso, aqui, só é notícia se atingir alguém diretamente, derrubar algum político ou coisa assim.

Será que a Unimed, por ser uma empresa forte e patrocinadora de muitos desses veículos de comunicação, tem o poder de calar toda essa gente?

Vivemos num lugar tomado pela hipocrisia. A população tem se mostrado muito ativa em várias situações, mas quem deveria informar está pisando na bola. E feio.

Quem perde com isso é a cidade. Quem ganha, vocês sabem, eu não preciso dizer.

Anúncios

4 pensamentos sobre “O maior problema de Americana

  1. Leandro,

    Por incrível que pareça, muitas pessoas de Americana não ficaram sabendo desse caso da mulher grávida. Os professores aqui estão procurando notícias para ler a respeito e não encontram. Poderia me enviar se encontrar alguma?… Valeu!

  2. É lamentável essa situação. Foi noticiado hj no Jornal Liberal e Todo dia da Cidade. E é aquilo já falado se fosse no Hosp.Municipal, ia sobrar jornalista para dar a notícia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s