Pão, circo e samba

De repente a cidade morreu. Americana virou um túmulo, como se tivesse sido devastada por alguma força da natureza.

Depois das eleições de outubro e da reeleição de Diego de Nadai, a cidade abandonou muitas das “conquistas” obtidas até então. Principalmente na área de cultura e lazer.

No fim do ano não tivemos o “tradicional” roteiro de boteco, o teatro não ficou pronto e tudo indica que nem carnaval teremos por aqui este ano. Tudo por falta de dinheiro, claro.

Não tenho uma opinião formada à respeito de gastos de dinheiro público com diversão, como nestes casos. Levando em conta outros setores, como educação, saúde e segurança, é até bom que não se gaste dinheiro com desfile carnavalesco. Mas a gente sabe que o problema não é bem esse.

O que se sabe é que tudo isso foi usado durante anos para fazer campanha política. No mesmo instante que o objetivo foi alcançado, “fecharam a torneira”. Ano passado até o Jorge Ben Jor veio sambar com nosso dinheiro. E esse ano?

É assim que a banda deles tocam, há muito tempo. Será que vocês não percebem?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s