Lágrimas de sangue

(Americana – SP) – No exato momento em que penso em escrever este texto tenho em mãos o livro “Nietzsche para estressados”. Ainda não o li, mas farei isso assim que tiver um tempo. No caso, acabei de pegar emprestado da Maine, que o comprou um tempo atrás e nem sei se já leu.

Penso que o zagueiro Lúcio, agora no São Paulo, também poderia escrever – ou ser inspiração – para algo do tipo. “Zagueiro Lúcio para preguiçosos”, por exemplo.

Imagem

Convenhamos, é bom ver o cara jogar. Hoje é no São Paulo, mas um dia já foi na Seleção. Tudo por conta da sua garra, vontade de ganhar.

A gente sabe que pelo menos uma canelada ele vai dar durante o jogo, mas sabemos também que ele raramente desiste da jogada. Gosto de pessoas que se comportam assim, que andam com o “zóio cheio de sangue”.

O que falta de vontade para o Ganso, sobra para o zagueiro Lúcio.

A tônica da vida é mais ou menos essa: a gente pode não ter habilidade pra fazer tudo – e não tem mesmo -, mas é bom demais se deparar com gente corajosa, que luta contra tudo, mais ainda contra os próprios medos e habilidades. Gente que tem vontade.

Precisamos mais de zagueiros Lúcio’s e muito menos de Ganso’s. Não sei se sou como Lúcio – provavelmente não -, mas é um exemplo a ser analisado e talvez seguido.

Agora só falta ele pegar um papel e uma caneta para escrever um livro. Só não vai ser sucesso porque o mundo anda cheio de preguiçosos. Só por isso. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s