Das coisas que a gente vive e guarda no coração

Não sei se é a melhor das histórias que eu poderia contar pros meus filhos – espero que um dia eles venham -, mas isso aí é um pouco da minha história também.

Cada um tem a sua, seja triste ou alegre, no palco ou na platéia. Mas no fim faz todo o sentido.

Ps: “Nunca” tive banda, mas no último vídeo chorei junto com o Farofa.




Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s