Me enganei

Vi uma entrevista com Eduardo Giannetti. Foi apenas um trecho, mas gostei do que escutei e aquilo ficou gravado na minha memória.

Quando fomos na livraria, não procurava por nenhum livro específico. Apenas procurava, fuçava, como sempre faço. Acabei encontrando um livro de Gianetti, me lembrando do que ouvi, e mesmo sem precisar e saber muito sobre o autor, comprei.

Não consegui ler. Tentei, mas achei que se tratava de um assunto totalmente diferente do que encontrei naquelas páginas. E olha que pulei a introdução, prefácio. Não tenho paciência pra isso.

Mesmo não gostando do que lia, continuei. Consegui umas 20 páginas.

Poderia dizer que a culpa é do autor, que é muito ruim e que o que escutei foi um lampejo daquela cabeça falida de boas ideias. Mas não. A leitura me ensinou que nem sempre as coisas são do nosso jeito.

No fundo, acredito que eu ainda não estou no nível de ler um livro como “Auto-engano”. E isso não é demérito nenhum. Só me mostra que preciso evoluir.

Eu, não ele.

giannetti eduardo livro auto engano difícil economia eleições

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s